Sector do calçado com sinais positivos no emprego

06/09/2013

Desde o início do ano, várias empresas do sector estão a construir novas unidades produtivas no interior do país.

A “larga maioria” das empresas portuguesas de calçado consideram que o actual estado dos negócios é “suficiente”, dando “sinais favoráveis” quanto à evolução do emprego, segundo a análise de conjuntura do 2.º trimestre hoje divulgada pela associação sectorial.

Newalk ajuda a desenvolver novos acabamentos para calçado

Materiais termocrómicos e acabamento fluorescente para aplicação em calçado foram os últimos desenvolvimentos do projeto.

O Centro Tecnológico do Calçado de Portugal (CTCP), com laboratórios na cidade de S. João da Madeira, um dos principais pólos industriais do sector, criou uma gama de produtos químicos que permitirá o material mudar de cor com o calor ou ficar fluorescente com incidência de luz UV.

"Sector do calçado é um sinal de esperança", diz governador do Banco de Portugal

Carlos Costa, que falava durante a abertura da 2.ª Conferência da Central de Balanços do Banco de Portugal, em Aveiro, lembrou que o sector do calçado passou de um sector sem futuro, há 30 anos, para "um dos sectores basilares do sucesso das exportações portuguesas".

"Quando se olha para evolução do valor acrescentado por activo, para a evolução das exportações, para a evolução da quotas de mercado e para a criação de valor do sector, verificamos que é um caso de sucesso", disse o governador do BdP.

Plataforma

Newsletters

Facebook