Indústria do calçado quer vender “ainda mais caro” e recusa salários baixos

04/12/2013

Sector apresentou estratégia até 2020 que aposta no design, na moda e na qualificação e recusa modelo de competitividade baseado nos baixos salários.

O plano estratégico que servirá de guia à indústria do calçado até 2020 reconhece que “Portugal exporta caro”, mas não esconde que “quer exportar calçado ainda mais caro”. Sem que seja referido explicitamente, o grande objectivo das empresas para o próximo ciclo é chegar mais perto da Itália na liderança pelo calçado mais caro do mundo.

Sapatos portugueses atacam China

12/09/2013

O calçado português está na moda. A prová-lo estão os números das exportações que não param de crescer. Pelo terceiro ano consecutivo. Até julho, o sector vendeu para o exterior sapatos no valor de 1.028 milhões de euros, um acréscimo de 4,25% face ao período homólogo. E fê-lo sem reduzir preços. Bem pelo contrário. Só no último ano, e de acordo com os dados do Instituto Nacional de Estatística, o preço médio subiu mais de 15% para 22,71 euros, o segundo mais caro do mundo. O lugar de topo no 'ranking' cabe à Itália.

Plataforma

Newsletters

Facebook