Indústria de calçado promove este ano "maior ofensiva de sempre" na China

De acordo com a Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes e Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS), em Abril serão 12 as empresas portuguesas a marcar presença na Micam Shanghai e, em Julho, várias empresas deverão participar na Novomania, "uma espécie de feira de moda jovem da China".

Segundo destaca, estima-se que, actualmente, cerca de 5% da população chinesa tenha um poder de compra elevado, o que, na prática, significa "65 milhões de potenciais consumidores de produtos de gama superior ou de luxo".

"Um argumento de peso que está a atrair empresas de todo o mundo", refere, assegurando que "também o sector português de calçado está atento" e fará este ano uma "aposta sem precedentes" na China.

Já em Abril, a capital económica da China, Xangai, com os seus 23 milhões de habitantes, recebe o "primeiro grande evento" totalmente destinado à fileira do calçado realizado por uma entidade europeia, a Micam.

De acordo com a APICCAPS, os organizadores da Micam -- a maior feira de calçado do mundo, que se realiza duas vezes por ano em Milão - estão "fortemente empenhados em realizar uma grande operação em território chinês", sendo aguardados na Micam Shanghai várias empresas "de referência" italianas, espanholas e portuguesas.

Quanto à Novomania, uma das feiras internacionais de moda que se realizam anualmente em Xangai, com marcas de dezenas de países, deverá contar com 10 a 12 empresas nacionais na edição de Julho.

Segundo o director-geral do certame, o gestor português Guilherme Faria (radicado há mais de uma década no Extremo Oriente), "Portugal tem imenso potencial" e, particularmente no calçado, apresenta uma "grande qualidade".

Depois das oito empresas portuguesas que marcaram presença na edição de 2012 do evento -- cinco na área do calçado e três de vestuário -- a presença nacional deverá ser reforçada este ano, acompanhando o crescimento da própria Novomania: em 2013, os organizadores esperam reunir produtos de 200 marcas (mais 70 do que em 2010) e atrair 20.000 visitantes, quase o dobro de há dois anos.

Fonte: www.noticiasaominuto.com

Plataforma

Newsletters

Facebook